Alergia: saiba tudo sobre esta condição

Compartilhe o Post

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on linkedin
Share on email

Uma alergia é uma reação exagerada do sistema imunológico em resposta à exposição a certas substâncias estranhas. É uma resposta exagerada porque essas substâncias estranhas são normalmente vistas como inofensivas pelo sistema imunológico em indivíduos não alérgicos.

Porém, em indivíduos alérgicos, o corpo reconhece a substância como estranha e a parte alérgica do sistema imunológico gera uma resposta. 

Tem notado marcas vermelhas no corpo, pigarro ou alterações na sua respiração? Cuidado, pois pode ser uma reação alérgica! Saiba tudo sobre esta condição: 

As substâncias produtoras de alergia são chamadas de “alérgenos”. Exemplos de alérgenos incluem pólen, ácaros, bolores, proteínas animais, alimentos e medicamentos. Quando um indivíduo alérgico entra em contato com um alérgeno, o sistema imunológico desenvolve uma resposta por meio do anticorpo IgE.  

Quem pode ser acometido pela alergia? 

A história familiar, ou genética, desempenha um papel importante, com um risco maior de alergias se os pais ou irmãos tiverem alergia. Existem vários outros fatores de risco para o desenvolvimento de condições alérgicas. Crianças nascidas de cesariana têm maior risco de alergia em comparação com crianças nascidas de parto normal. A exposição à fumaça do tabaco e à poluição do ar aumenta o risco de alergia. 

Quais alergias são mais comuns? 

  • Rinite alérgica: geralmente é causada por alérgenos internos, como ácaros, pêlos de animais ou bolores. Também pode ser ativada por pólenes de árvores, grama ou ervas daninhas. Acomete principalmente o nariz; 
  • Asma: condição respiratória que resulta da inflamação e hiper-reatividade das vias aéreas, levando ao estreitamento recorrente e reversível das vias aéreas; 
  • Conjuntivite: resulta da inflamação das camadas de tecido (membranas) que cobrem a superfície do globo ocular e a superfície inferior da pálpebra. A inflamação ocorre como resultado de uma reação alérgica; 
  • Eczema: ocorrer em indivíduos com risco de outras condições alérgicas (asma e rinite alérgica), mas geralmente não é causada pela exposição direta ao alérgeno. Causa coceira, pele seca; 
  • Urticária: reações cutâneas que aparecem como erupções vermelhas, salientes e que coçam e podem ocorrer em qualquer parte do corpo. É causada por uma reação alérgica a um alimento ou medicamento, embora também resulte comumente de uma infecção viral em crianças. 

Os sintomas alérgicos podem acometer regiões do corpo como olhos, nariz, pulmões, pele e trato gastrointestinal. Embora as várias doenças alérgicas possam parecer diferentes, todas resultam de uma resposta imunológica exagerada a substâncias estranhas em indivíduos sensíveis. 

Como diagnosticar e tratar uma alergia? 

Os médicos de alergia/imunologia (alergistas) tratam os indivíduos com alergias mais significativas. Muitos alergistas tratam crianças e adultos, mas alguns são especializados apenas em qualquer um dos grupos de pacientes. 

O diagnóstico de alergias começa com uma história detalhada e exame físico. Muitas pessoas com alergias têm outros membros da família com doenças alérgicas. Os testes cutâneos e, às vezes, exames de sangue (níveis específicos de IgE) podem ajudar no diagnóstico de alergias. 

Para descobrir qual tratamento é mais eficaz no combate ao seu processo alérgico, é essencial procurar o médico especialista. Conte com os profissionais da Spaço Saúde!  

Entre em contato, agende sua consulta e trate sua alergia com quem entende. 

Veja outros posts

Queda capilar: As principais causas

A queda capilar é uma ação que tira o sono de muitas pessoas. Nesse sentido, certas atitudes podem acelerar este processo e prejudicar seus fios.